um cientista quer descobrir se vivemos numa simulação de computador

por T. C. Soares em 17 de abril de 2013, 3 comments

Sério caras.

A teoria diz basicamente que qualquer civilização que pudesse evoluir para uma fase “pós-humana” quase certamente aprenderia a executar simulações na escala de um universo. E que, dada a dimensão da realidade – milhares de milhões de mundos, sóis na casa dos bilhões – é bastante provável que, se isso é possível, já aconteceu.

E se aconteceu mesmo? Bem, então a probabilidade estatística é de que estamos localizados em algum lugar nessa cadeia de simulações dentro de simulações. A alternativa – de que somos a primeira civilização, no primeiro universo – é virtualmente (sem trocadilhos), um absurdo.

(…)

Agora outra equipe desenvolveu um teste de fato para ver se essa teoria tem alguma esperança de ser comprovada.

O professor Martin Savage, da Universidade de Washington, diz que enquanto nossas próprias simulações de computador podem modelar um universo na escala do núcleo de um átomo, já existiriam “assinaturas de restrições de recursos”, o que poderia nos dizer se modelos maiores são possíveis.

(…)

“Se você fizer simulações grandes o suficiente, algo como o nosso universo deve surgir”, disse Savage ao serviço de notícias da Universidade de Washington.

Do Huffington Post.

(Via @wescraven)

3 opiniões sobre “um cientista quer descobrir se vivemos numa simulação de computador

  1. Eu só não entendo que tipo de gente iria querer simular um mundo em que os viventes não têm nenhum continue ou mesmo um reles save game. Devem ser sádicos, pelo jeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *