FBI japonês tentando bloquear o Tor (e presumindo culpa)

por Rafael Evangelista em 24 de abril de 2013, zero comentários

Matéria da Wired UK:

Autoridades no Japão estão tão preocupadas com a sua incapacidade de lidar com crimes cibernéticos que estão pedindo a provedores do país para bloquearem o uso do Tor.

De acordo com o [site] Mainichi, a Agência Nacional de Polícia (NPA, um pouco como o FBI japonês) vai demandar aos provedores que bloqueiem os clientes se eles estiverem “abusando” do Tor. O Tor esconde o tráfego, o que poderia ser lido como uma presunção de culpa de quem anonimiza sua atividade na web.

Isso porque, recentemente, os japoneses foram humilhados por um tal de Demon Killer. O figura espalhou um monte de ameaças de morte em fóruns de discussão e a polícia prendeu algumas pessoas, cujo IP parecia ser a origem. Lógico, apareceram até umas “confissões”. Porém, as ameaças continuaram e a polícia teve que se desculpar e soltar todo mundo.

Problema é que o Tor é uma ferramenta utilíssima em lugares onde a vigilância eletrônica é forte. E essencial para ativistas de todo o mundo. Sem Tor não haveria Wikileaks, por exemplo.

Tor é uma ferramenta valiosa para os ativistas que vivem sob regimes repressivos e para qualquer um que pode querer fazer alguma coisa online anonimamente (como denunciantes, por exemplo). Bem, “abuso” de meios como o Tor não é algo de definição clara. E já que, por definição, você não pode realmente saber o que alguém faz quando está usando o Tor, uma proibição geral parece ser a verdadeira intenção.

Agora vai lá baixar o Tor que é muito massa e fácil de usar: https://www.torproject.org/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *