backdoor inside

por T. C. Soares em 31 de julho de 2013, 2 comments

Esses dias a gente falou da possibilidade de computadores fabricados nos EUA saírem de fábrica com o hardware já no jeito pra vazar informações pro governo. E olha só, um pessoal tem meio que a certeza que os chineses também andariam fazendo isso.

Baseada em Pequim, a fabricante de computadores Lenovo teria sido colocada por anos na lista negra de agências de espionagem de todo o mundo. A atitude relaciona-se à persistente preocupação com a possibilidade de hacking sancionado pelo governo chinês. De acordo com o Australian Financial Review, Austrália, Reino Unido, Canadá, Nova Zelândia e EUA teriam, desde meados da década de 2000, rejeitado máquinas da Lenovo para suas redes ultra-secretas – embora os computadores pudessem ser usados ​​para tarefas de menor segurança, que não envolvessem informações sensíveis. Fontes dizem que a agência de inteligência britânica encontrou “back-door” em hardware e vulnerabilidade no firmware de produtos Lenovo, levando-os a alertar que, dados os laços da empresa com o governo chinês, ela poderia representar uma ameaça à segurança.

Bom, pelo menos você pode escolher pra quem gostaria de vazar suas informações.

Via The Verge.

2 opiniões sobre “backdoor inside

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *