um conselho do melhor amigo do homem

por T. C. Soares em 16 de julho de 2013, zero comentários

Cientistas estão bolando um jeito de permitir que seu cachorro fale com você.

A idéia básica por trás do projeto é combinar a tecnologia com a esperteza canina. Cães são alguns dos melhores dispositivos de segurança existentes. Eles podem fazer de tudo, de farejar uma bomba a detectar câncer. Uma coisa na qual não são muitos bons, porém, e por razões óbvias, é se comunicar com as pessoas.

É aí que entra o FIDO. Um dispositivo de sensor/transmissor é ligado à coleira, ao peitoral ou ao manipulador do cachorro. Digamos que o cão vá detectar algum tipo de câncer, e descubra problemas intestinais em algum doente. Ele pode, então, acionar o sensor apropriado ao “morder, puxar, ou colocar a boca em suas proximidades”, explica a Technology Review. Cada sensor corresponderia a um odor diferente (ou neste caso, a alguma forma de câncer), e com treinamento os cães aprenderiam a associar um aroma especial ao sensor específico. Após o sensor ser disparado, a informação pode ser transmitida para algum dispositivo ou diretamente para a orelha do manipulador, o que efetivamente permitiria comunicação de cão para humano.

Segundo a PopSci, essa tecnologia poderia ser usada nos trabalhos caninos das forças policiais e militares, em ações médicas auxiliadas por cachorros, ou mesmo no conforto do seu lar. Finalmente uma boa desculpa para aquela almofada destruída.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *